Altar Ego

quinta-feira, dezembro 22, 2005

Desembrulha-me






















Vem lindo
Desembrulha o teu presente
Em papel vermelho
Embrulhado
De laço dourado
Enfeitado

Desembrulha e me terás
Assim só eu
De lingerie vermelha
E chapéu de pai natal
Nada banal
E cheio de supresas
Este teu natal

Desembrulha-me com cuidado
E leva-me para a cama
Mostro-te o natal a dois
Em danças à volta da lareira
Da pele de urso no chão
Do copo de champanhe na mão
Da minha pele nua em ti
Do teu corpo quente em mim

Vem,desembrulha-me
E eu entrego-me inteira e sem pudores
Mas na manhã seguinte
Ao acordares não te assustes
De mim só restou o fogo
Para provar que o diabo
Esteve contigo na cama

Anda...desembrulha a tentação

Posted by simplesmente...mais eu :: 3:56 da manhã :: 7 Comments:

Post a Comment

---------------oOo---------------