Altar Ego

terça-feira, dezembro 27, 2005

Espera, quem sabe eu volto


























E do fogo que restou meu lindo
Acende um novo fogo
Um fogo quente e convidativo
E chama-me para junto de ti

E eu aí estarei, inteira, expectante
Sentindo de novo em mim
A vontade de te ter
Assim...só meu
De acordar com o teu cheiro
A tua voz murmurando segredos inconfessáveis
A tua mão percorrendo caminhos imagináveis
A tua boca procurado acender o fogo
Que contigo...não apaga nunca

Vem cá vem...busca o que é teu
Entrega-te ao prazer
Ao querer
Ao procurar
Ao encontrar
Do desejo

E amanhã quando acordáres já sabes..
De mim só resta a imaginação
E as memórias
Porque eu...
Fui....mas volto, quando eu quiser
E espera....espera sempre

Posted by simplesmente...mais eu :: 2:26 da tarde :: 7 Comments:

Post a Comment

---------------oOo---------------