Altar Ego

segunda-feira, fevereiro 13, 2006

Hoje



















Hoje quero-te assim só para mim e mais ninguém
Hoje vou levantar a guarda e deixar que me leves
Para onde quiseres
E que no silêncio da nossa cumplicidade
Me sintas tua e entregue
Como nunca me sentiste antes

Esqueço as barreiras impostas
Os limites marcados
A indiferença forçada
A displicência fingida

Mergulho fundo nos teus olhos
Puxo-te para mim
Encosto-me a ti com desejo
Sacio em ti a minha vontade
E tenho-te inteiro e entregue
Como eu
Hoje...só hoje

Posted by simplesmente...mais eu :: 2:50 da manhã :: 7 Comments:

Post a Comment

---------------oOo---------------